Karaokê Batucada (The Beat) - Sérgio Mendes

Esta música é uma versão de Batucada (The Beat), popularizada por Sérgio Mendes

Formatos incluídos:

CDG
MP4
WMV
KFN
?

O formato CDG (também chamado de CD+G ou MP3+G) é adequado para a maioria das maquinas de karaokê. Ele inclui um arquivo MP3 e a sincronização das letras.

É possível reproduzir arquivos mp4 num Mac OS X e Windows 7 por definição. Caso você use Windows XP ou Vista, voce precisa ter o Windows Media Player 12.

Para abrir nossos arquivos de video de karaoke WMV, você deve usar dispositivos e programas compatíveis. Caso você use Windows XP ou Vista, Windows Media Player já vem instalado e é totalmente compatível. Se você usa Mac OS ou Linux, Videolan é uma alternativa de código aberto compatível.

O programa KaraFun Player lê esse formato, você pode baixar grátis. Esse eficiente formato pode armazenar múltiplas trilhas de audio adicionais e um fundo que se movimenta no ritmo da música.

Com sua compra, você poderá baixar o vídeo quantas vezes quiser em todos esses formatos.

Sobre

Com coros (com ou sem vozes na versão KFN)

Tonalidade idêntica ao original: Si♭

Ano de lançamento: 1968
Estilos: Música latina, Em português
Autor: Paulo Sergio Kostenbader Valle, Ray Gilbert
Compositor: Marcos Kostenbader Valle

Todos os arquivos disponíveis para download são playbacks, e não as músicas originais.

Letra Batucada (The Beat)

A batucada surgiu
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
Que ser branco é ter cor
Que ser branco é ter cor e pouco amor e pouco amor
Canta o amor que é mais
Canta o amor que é mais branco que sorriso do negro branco que sorriso do negro
Que nasceu só sem cor
Que nasceu só sem cor
Cheio de amor
Cheio de amor
E vai vivendo
Vendo a vida terminar
Chorando tanto por quem nunca pôde amar
Mas a vida se vai
Mas a vida se vai e é preciso sambar e é preciso sambar
Fazer samba é viver
Fazer samba é viver
E não morrer
E não morrer
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
E vai vivendo
Vendo a vida terminar
Chorando tanto por quem nunca pôde amar
Mas a vida se vai
Mas a vida se vai e é preciso sambar e é preciso sambar
Fazer samba é viver
Fazer samba é viver
E não morrer
E não morrer
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou
A batucada surgiu
Nenhum branco ficou
Nenhum branco ficou

Qualquer reprodução é proibida

Assinalar um erro na letra

Enviar Cancelar